Estrutura prosódica | Prosodic structure

Um dos melhores pacotes (talvez o melhor) para estruturas não lineares seja o tikz-qtree. Bastante usado em Sintaxe, ele permite um maior controle na criação de árvores, o que é extremamente importante. Neste post, farei duas coisas: primeiro, repetirei a estrutura silábica do português (veja primeiro post sobre o assunto) utilizando esse pacote. O pacote pst-asr, utilizado no outro post, é pouco intuitivo, e muitas vezes apresenta problemas de compatibilidade. Em segundo lugar, criarei uma estrutura prosódia (que inclui o Grupo Composto proposto por Vogel 2009).

Sílaba

A sintaxe é bastante simples: primeiro, definem-se os nós (imagine uma árvore sintática/silábica sem galho algum). Na segunda parte, definimos a direção das linhas, ligando os nós que desejamos (aqui, utilizamos o índice estipulado na primeira parte do código). Por exemplo, definimos que “coda” = 5, “núcleo” = 3 e “rima” = 2. Depois, especificamos que queremos: 2-5 e 2-3. Vamos à versão simples/básica de uma sílaba.

...
\usepackage{tikz-qtree,qtree}
...
\begin{tikzpicture}
\path (2,2) node (1) {$\sigma$};
\path (2,1) node (2) {R};
\path (2,0) node (3) {N};
\path (1,0) node (4) {O};
\path (3,0) node (5) {C};

\draw (1) -- (2) ;
\draw (2) -- (3) ;
\draw (1) -- (4) ;
\draw (2) -- (5) ;
\end{tikzpicture}

Perceba que você define os nós (\path) e depois define as linhas (\draw). Isso torna a sintaxe bastante intuitiva, e você tem um bom controle sobre os eixos: o nó (1) está na coordenada (2,2), ou seja, xy=22. Você pode escolher coordenadas decimais também. Isso faz com que cada nó tenha uma posição definida manualmente por você, o que é ótimo para expressar diferentes relações hierárquicas (não tão simples em uma sintaxe de árvore simétrica).

Resultado:

basic_syllable

Agora, vamos elaborar o código acima, criando o esqueleto silábico do português (como no outro post).

...
\usepackage{tikz-qtree,qtree}
...

\begin{tikzpicture}
\path (4,6) node (1) {$\sigma$};
\path (3,4.5) node (2) {\tt{On}};
\path (4.5,5) node (3) {\tt{Rh}};
\path (4,4) node (4) {\tt{Nu}};
\path (5,4.25) node (5) {\tt{Co}};

\path (2.5,3) node (6) {$\times$};
\path (3,3) node (7) {$\times$};

\path (3.5,3) node (8) {$\times$};
\path (4,3) node (9) {$\times$};
\path (4.5,3) node (10) {$\times$};

\path (5,3) node (11) {$\times$};
\path (5.5,3) node (12) {$\times$};

\path (2.5,2.5) node (13) {\tt\small (C)};
\path (3,2.5) node (14) {\tt\small (C)};

\path (3.5,2.5) node (15) {\tt\small {(G)}};
\path (4,2.5) node (16) {{\tt{\small V}}};
\path (4.5,2.5) node (17) {\tt{\small (G)}};

\path (5,2.5) node (18) {\tt\small (C)};
\path (5.5,2.5) node (19) {\tt\small (C)};

% remova \tt para fonte padrão

\draw (1) -- (2) ;
\draw (1) -- (3) ;
\draw (3) -- (4) ;
\draw (3) -- (5) ;
\draw (2) -- (6) ;
\draw (2) -- (7) ;
\draw (4) -- (8) ;
\draw (4) -- (9) ;
\draw (4) -- (10) ;
\draw (5) -- (11) ;
\draw (5) -- (12) ;

\end{tikzpicture}

Resultado:

syll_tree


Um único defeito das estruturas acima é que as linhas não convergem nos nós. Isso ocorre porque cada nó ocupa um “espaço” na grade, e esse espaço é programado para não ser “invadido” por linhas quando você se refere ao nó (e não à coordenada específica). Se você quer mudar isso, há uma solução: basta especificar as coordenadas em \draw( ) manualmente (reduzindo o eixo y, por exemplo, em 0.2), em vez se simplesmente fazer menção aos nós pré-especificados. Abaixo, o resultado:

syll_convnodes


Estrutura/hierarquia prosódica

Para desenhar uma hierarquia simétrica, você pode simplesmente usar a sintaxe tradicional do pacote (demonstrada abaixo). Caso você queira estruturas assimétricas, em que uma sílaba não é escandida em pé e liga-se diretamente à PWd, por exemplo, basta usar a sintaxe usada na seção anterior. Lembre-se de incluir os pacotes em seu preâmbulo.


...
\usepackage{tikz-qtree,qtree}
...
\Tree [.U [.IP [.PPh [.CG [.$\omega$ [.$\Sigma$ [.$\grave{\sigma}$ [.es ] ] [.$\sigma$ [.\textipa{tRu} ] ] ] [.$\Sigma$ [.$\acute{\sigma}$ [.tu ] ] [.$\sigma$ [.\textipa{R}a ] ] ] ] ] [.CG [.$\omega$ [.$\Sigma$ [.$\grave{\sigma}$ [.\textipa{kom} ] ] [.$\sigma$ [.\textipa{bi} ] ] ] [.$\Sigma$ [.$\acute{\sigma}$ [.na ] ] [.$\sigma$ [.da ] ] ] ] ] ] ] ]

Resultado:

prosodic_structure

Advertisements

One thought on “Estrutura prosódica | Prosodic structure

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s